EXPOSIÇÃO SABESP: ESPÉCIES DO RIO JUNDIAÍ  


Um levantamento inédito da SOS Mata Atlântica aponta que, após quase 20 anos de trabalho de revitalização, a água do rio Jundiaí foi considerada 100% boa, no trecho da cidade de Salto (SP), próximo à foz do rio Tietê. Do total de 134 coletas feitas em rios do Estado de São Paulo, apenas quatro tiveram o mesmo resultado.

 

RIO-JUNDIAI

Para a associação, a mudança deve-se principalmente à atuação do Consórcio de Despoluição do Rio Jundiaí e do Comitê de Bacias Hidrográficas, que cuida da coleta, tratamento de esgoto, recuperação de matas ciliares e ampliação de unidades de conservação estaduais e municipais na bacia.

“No ano passado, o Conselho Estadual de Recursos Hídricos aprovou um pedido da bacia dos rios Piracicaba-Capivari e Jundiaí para que um trecho do rio, que já estava recuperado, fosse levado à classe 3, que já permite a captação da água para tratamento e abastecimento humano, lazer, vida aquática e produção de alimentos. Ou seja, é um rio quase completo para o uso”, explica Malu Ribeiro, coordenadora da SOS Mata Atlântica.

Fonte: G1

 

O peixe jundiá

O jundiá é um bagre, cuja tradução do tupi-guarani significa “cabeça com espinho”. Desde o começo dos anos 1980, com o avanço da poluição, o rio Jundiaí deixou de ser o habitat do jundiá. Em 1983 foi lançada a primeira proposta de ação de despoluição do rio, com ações de combate ao esgoto industrial e doméstico, entre outras. Com uma série de investimentos, que incluem grandes estações de tratamento de esgoto da Sabesp, o jundiá foi novamente visto no rio em 2013 – e desde então é presença comum na água.

sabesp4

 

Para celebrar esse feito, a Sabesp instalou um aquário repleto de jundiás e outras espécies que habitam o rio Jundiaí, que ficará em exposição por seis meses na entrada do Aquário de São Paulo.

 

A despoluição do Jundiaí é um dos resultados mais significativos e simbólicos na área de saneamento. O objetivo da exposição é mostrar que é possível ter rios limpos mesmo em áreas urbanas adensadas, com grande população, comércio e indústria. Parte da água utilizada no aquário veio do próprio rio.