DIA DOS AMIGOS DO PEIXE-BOI


No dia 05 de dezembro celebraremos o Dia dos Amigos do Peixe-Boi onde toda a renda dos ingressos será doada para a AMPA – Associação dos Amigos do Peixe-Boi.

A renda obtida com a venda de ingressos será revertida ao projeto de reintrodução de 5 peixes-bois na Amazônia.

Para adquirir seu ingresso, acesse: https://goo.gl/XwsQFg

Contamos com sua participação para nos ajudar a salvar a vida dos peixes-bois da Amazônia, um dos animais mais ameaçados de extinção no Brasil devido à caça ilegal e as mudanças de seu habitat natural.

ampa---3

 

O trabalho da AMPA na reabilitação dos peixes-bois

A AMPA vem se consolidando como um dos principais parceiros do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, uma autarquia do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação – MCTI, na proteção dos mamíferos aquáticos da Amazônia. Essa parceria mantém um grupo de animais resgatados no parque de pesquisa e visitação do INPA/MCTI em Manaus-AM, e funciona como centro de reabilitação de animais apreendidos do comércio ilegal.

Desde o nascimento da Associação Amigos do Peixe-boi- AMPA em 2000, mais de 120 filhotes órfãos de peixe-boi da Amazônia foram resgatados e levados ao INPA/MCTI para serem reabilitados.

Desses, onze, já adultos, foram transferidos para um semi-cativeiro, em Manacapuru (AM), para serem futuramente reintroduzidos à natureza, o que caracteriza sucesso na reabilitação.

Em 2009, um desses animais virou embaixador da Amazônia aqui no Aquário de São Paulo para conscientizar crianças e adultos sobre a necessidade de preservar a Floresta Amazônica. Ele possui o nome de Tapajós porque foi encontrado nas margens do Rio Tapajós no Pará, sem presença da mãe e com medidas de recém nascido (87 cm e 8 kg).

Atualmente, cinquenta e quatro peixes-bois ainda vivem no Parque Aquático Robin C. Best no INPA/MCTI. Quatro, têm entre 35 e 40 anos e não devem mais retornar aos rios da Amazônia. Cinco foram concebidos, nascidos e criados em cativeiro. Treze já estão fora da idade estabelecida pelo protocolo de reintrodução. Vinte são candidatos a futuras solturas e onze ainda são filhotes, cuja alimentação é feita basicamente da composição láctea nutricionalmente mais próxima ao leite materno, desenvolvida pelo Laboratório de Mamíferos Aquáticos do INPA/MCTI, com apoio da AMPA.

Confira algumas fotos do projeto:

 

+ sobre a AMPA

AMPA – Associação dos Amigos do Peixe-boi foi criada há 15 anos com o objetivo de promover a pesquisa e proteção dos mamíferos aquáticos da Amazônia com o objetivo de propiciar à sociedade um convívio saudável com a fauna da Bacia Amazônica. A AMPA trabalha com indivíduos e organizações, visando assegurar que a biodiversidade amazônica conviva em seu ambiente natural em harmônica relação com as comunidades ribeirinhas locais e a população de grandes metrópoles, como Manaus-AM, por exemplo.

ampa

 

Além do trabalho com o peixe-boi da Amazônia, a AMPA também realiza projetos voltados a outros animais: lontra, boto vermelho (ouboto cor-de-rosa), boto tucuxi e ariranha. Para saber mais sobre a AMPA, acesse:  www.ampa.org.br

 

+ sobre o PEIXE-BOI

importancia do peixeboi ok